Tinoco é novo coordenador técnico da base do Duque de Caxias

Ex-capitão do Tricolor inicia projeto à frente das categorias de base

Por: Site Oficial
03/01/2020 – 17:39
Foto: Arthur Barreto / DCFC / AMS

O Duque de Caxias segue estruturando as suas categorias de base e garantiu um grande reforço fora das quatro linhas. Titular na campanha do acesso à Série B do Brasileiro e auxiliar técnico quatro anos depois, o ex-capitão da equipe Tinoco é o novo coordenador técnico da base do Gigante Tricolor da Baixada. O ex-jogador já iniciou os trabalhos no fim de 2019, acompanhando a fase final das competições em que o Duque esteve presente.

Será a primeira vez de Tinoco como coordenador técnico da base de um clube. O ex-jogador tem identificação com o Duque de Caxias e também com a torcida tricolor. Na sua chegada, Tinoco explicou o porquê de ter escolhido o Gigante Tricolor da Baixada para iniciar neste trabalho.

– É o primeiro clube que atuo como coordenador técnico. Após fazer o curso da CBF Academy Licença B, eu tive a necessidade de fazer um estágio obrigatório em clube. Foi aí que, ao procurar o Dilsinho [Adilson Ferreira, gerente de futebol], surgiu essa idéia de ser o coordenador da base. Logicamente que, de cara, me interessei, pois não escondo de ninguém o carinho e a gratidão que tenho pelo clube. Eu sempre farei o melhor do que se é possível fazer para ajudar o clube.

Nos primeiros dias de trabalho à frente da base, Tinoco mapeou e avaliou as condições atuais de todas as equipes do Duque de Caxias. Esse primeiro passo é importante para que ele possa implementar a sua metologia e, assim, potencializar os resultados dentro e fora das quatro linhas.

– Neste início, eu tenho procurado muito mais anotar e procurar melhorar as condições de trabalho. Em paralelo, tenho procurado desenvolver um modelo de jogo e implantar uma metodologia semelhante para todas as categorias, e isso tenho construído junto com os professores – disse.

Na temporada de 2019, o Duque de Caxias disputou diversos campeonatos e, na maioria deles, chegou às fases finais, inclusive do Campeonato Carioca B1/B2 sub-15. Para 2020, Tinoco pretende manter o mesmo nível de futebol apresentado e almejar vôos maiores com as equipes.

– O clube já tem um trabalho muito bom sendo feito. A expectativa é de que tenhamos ótimos resultados em SP, na primeira competição do ano, e vamos realizar, no retorno, um período de preparação que vai dar o lastro que nossos meninos tanto precisam para suportarem as grandes competições do ano – projetou.

A chegada de Tinoco foi vista como positiva pelo gerente de futebol do clube, Adilson Ferreira. Para ele, ter um profissional tão capacitado no clube mostra uma evolução no Duque de Caxias.

– Eu me sinto muito honrado em ter o Tinoco na coordenação técnica da base do Duque de Caxias. O nome dele foi prontamente aprovado pelo Luiz Carlos Martins Arêas [ex-presidente e atual presidente de honra do clube] e isso mostra que o trabalho que o clube tem desempenhado nos últimos três anos está evoluindo. Com a chegada dele, tenho a certeza de que o Duque de Caxias vai continuar evoluindo e, em longo prazo, se tornar referência nas categorias de base – comemorou.

O primeiro desafio de 2020 será terras paulistas. As categorias sub-13, sub-14, sub-15 e sub-17 vão disputar a III Copa Internacional de Colina, promovida pela Dom Bosco Promotion. Nas últimas excursões para fora do estado, o Duque de Caxias sempre voltou com troféus.

PARCEIROS