Duque de Caxias promove talentos da base aos profissionais

Cinco jogadores são integrados ao elenco que irá jogar a Série B1

Por: Sidney Araujo
23/07/2020 – 20:06
Foto: Arthur Barreto / DCFC / AMS

O Duque de Caxias anunciou nesta quinta-feira (23) a promoção de cinco jogadores da base para o elenco que irá disputar o Campeonato Carioca Série B1 de 2020. Desta forma, os atacantes Tatá e Roger Fafá; o meia Juninho e os goleiros Vitor Lima e Pedro farão parte do elenco principal do Gigante Tricolor da Baixada. Com boas apresentações por equipes da base do Tricolor da Baixada, os atletas prometem dar a alegria ao torcedor do Duque.

Leia mais: NOVA MODA É A NOVA PATROCINADORA DO DUQUE DE CAXIAS

Roger Fafá: artilheiro em todas as divisões de base

Roger Fafá, de 19 anos, é mais uma joia das divisões de base. Artilheiro na categoria sub-17, com 16 gols em 2018, e uma das principais promessas da base, o atacante assinou o seu primeiro contrato profissional com o Tricolor no início do ano passado. Em 2019, o atleta foi o artilheiro do Duque no Campeonato Carioca Série B1 sub-20, anotando sete gols. Além disso, uma das suas melhores exibições na competição foi contra o Nova Cidade, quando anotou quatro gols e ajudou o seu time a vencer a partida por 5 a 0.

– Foram cinco gols nesse jogo e o juiz até se confundiu dando um gol para o meu companheiro (risos). Essa competição me ajudou muito porque eu tinha acabado de subir da equipe sub-17. Logo após, o técnico depositou a confiança em min e me deu a braçadeira de capitão durante o campeonato e eu pude responder a confiança dele durante os jogos fazendo gols – disse ele.

Na temporada de 2018, Fafá foi artilheiro da Copa Light com 11 gols em nove jogos, além de ter sido campeão da Taça Sul Americana de Futebol de Base, realizado em Ourinhos, São Paulo, ao lado do seu companheiro Tatá.

Tatá: esperança de gols no Duque de Caxias

Marcos Vinícius, mais conhecido como Tatá, tem 19 anos e é uma das grandes promessas do Duque. Revelado na base do Gigante Tricolor da Baixada, o atleta vem chamando atenção desde o sub-17. Em 2018, o atacante foi um dos responsáveis pelo conquista da Taça Sul Americana de Futebol de Base sub-17, realizado em Ourinhos (SP). Na final, o atacante fez dois gols e ajudou o Tricolor a se consagrar campeão. Do mesmo modo, no ano passado, Tatá foi um dos destaques do sub-20 e se profissionalizou. O jogador chegou a ser relacionado nos jogos do profissional no Campeonato Carioca Série B1 de 2019.

– Está sendo uma fase da minha vida muito boa. Nesta temporada, após essa parada, eu tenho certeza que vai ser um grande ano. Eu fico muito feliz de poder apresentar o meu trabalho e encontrar o Fafá no time principal. Tenho um entrosamento com ele desde a base, nos entendemos bem em campo. Tenho certeza que essa dupla ainda vai ajudar bastante o time.

Juninho: qualidade na bola parada do Tricolor

Juninho, de 20 anos, natural de Nova Friburgo (RJ), é outra cara nova na equipe profissional para a temporada 2020. Destaque no sub-20 do Duque, o meia chama atenção pela qualidade na organização e na finalização. Assim, no ano passado, o jogador fez gols de falta e deu assistências. Responsável pela bola parada do sub-20 do Tricolor da Baixada, Juninho cobrou uma falta com perfeição para empatar o jogo contra o Friburguense, no primeiro jogo da temporada passada. Mostrando muita competência e qualidade no quesito cobrança de faltas, o meia de 20 anos é uma das grandes promessas para este ano.

– É uma experiência enorme nessa minha nova trajetória. Que eu possa da o meu melhor para poder ajudar o time. Quero mostrar o meu futebol para que seja um ano de muito trabalho e vitórias. E todos os dias eu me dedico em minha rotina de treinos, sob observações e auxílios do meu treinador, para que eu possa voltar as atividades melhor do que antes – revelou.

Pedro: time principal e o sonho do acesso

Pedro, de 20 anos, é goleiro e vem sendo um dos destaques nas divisões de base. No clube desde 2017, vindo do futsal, o atleta teve boa performance na Taça Corcovado sub-17 daquele ano, no qual o Duque foi vice-campeão. Em 2018, Pedro foi titular no Torneio OPG. Assim, seguindo na sua evolução, na temporada de 2019 o jogador chamou atenção pelas boas intervenções e apresentações no Campeonato Carioca Série B1 sub-20. Da mesma forma, como titular da equipe, o jogador chegou a ser relacionado no time principal. Preparado para o novo desafio, o jogador contou um pouco sobre a sua trajetória.

– Cheguei no Duque de Caxias em 2017 e joguei o carioca pelo sub-17. Tínhamos uma equipe muito boa e chegamos até a final. Em 2018 fiz um bom trabalho e fui chamado pra treinar com o profissional e desde então venho colhendo o melhor que todos os professores tinham para oferecer. Assim, eu como disse antes, espero poder contribuir com esse clube. Meu desejo é fazer um bom trabalho e ajudar o clube a conquistar o acesso. E “A Série A é o meu caminho” – vibrou.

Victor Lima: o jogador mais jovem do elenco do Duque de Caxias

Victor Lima é goleiro e tem apenas 17 anos. Destaque no time sub-17, Victor foi titular e chamou a atenção pelas boas apresentações. Dessa forma, de todos os jogadores recém-promovidos ao time principal, ele é o mais novo, o que aumenta a responsabilidade. Realizado, o jogador disse que jogar no Duque é um sonho e revelou a sua referência.

– Eu, como torcedor do Duque, não tenho nem palavras pra descrever esse momento. Ficava olhando a minha referência no clube treinando, que é o Jaime, e guardei pra mim que um dia iria realizar esse sonho de treinar junto com ele. E a minha relação com Jaime é como de pai e filho. Ele sempre foi um tipo de pessoa que confiava no meu trabalho quando eu estava na base e a importância dele pra mim e pro Pedro, é muito grande porque sempre nos ajudou bastante, seja com palavras ou dentro de campo – disse ele.

– E não posso deixar de agradecer aos professores, que estão confiando em mim. E ao Jaime, pelos ensinos que me ajudaram bastante nesses três anos de base – finalizou.

O Duque de Caxias segue se preparando nos bastidores e aguarda a autorização da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro para iniciar os treinamentos com bola. A previsão de início do Campeonato Carioca da Série B1 agora será em setembro.

PATROCINADOR

PARCEIROS