Raio-X do Duque de Caxias: clássico pela semi da Taça Corcovado

Saiba tudo sobre o confronto deste sábado (28) contra o Nova Iguaçu!

Por: Sidney Araujo
27/11/2020 – 18:37
Foto: Arte DCFC / AMS

É DECISÃO! O Campeonato Carioca Série B1 entra na sua reta final e o Duque de Caxias segue em busca do tão sonhado acesso. Logo após se classificar para as semifinais gerais da competição, o Tricolor da Baixada garantiu vaga nas semis do segundo turno. O Adversário da vez é o time de melhor campanha no Estadual até aqui: o Nova Iguaçu, que tem a vantagem do empate ao seu favor. Para chegar na final da Taça Corcovado, o Duque não tem outra alternativa se não vencer o Nova neste sábado (28), às 15h, no Estádio Laranjão.

Leia mais: DUQUE DE CAXIAS PERDE, MAS SE CLASSIFICA PARA AS SEMIS DA B1

CONHEÇA MAIS SOBRE O ADVERSÁRIO DO DUQUE DE CAXIAS

Fundado no dia 1 de abril de 1990, o Nova Iguaçu Futebol Clube é um dos representantes da Baixada Fluminense no Campeonato Carioca Série B1, ao lado de Duque de Caxias, Nova Cidade e o seu rival municipal, o Artsul. O  “Laranja da Baixada”, como é chamado, tem este apelido pelo fato do município, que leva o seu nome, já ter sido um dos maiores exportadores de laranja do Brasil na década de 1930.

Com um ótimo centro de treinamento, a agremiação tem como destaque a boa organização e o trabalho com jovens jogadores. Dentre eles, podemos destacar o lateral Bruno Cortez, atualmente no Grêmio, e também o volante Airton, que defendeu o Flamengo, Botafogo e Fluminense. Além dele, vários outros atletas foram revelados e negociados no mercado do futebol, rendendo ao “Laranja Mecânica” o Certificado de Clube Formador da CBF, sendo o primeiro clube do Rio de Janeiro a receber esse título de reconhecimento.

Na história, a agremiação conta com alguns feitos importantes como as duas conquistas da Taça Santos Dumont: 2016 e 2020. Além disso, o clube venceu o Carioca Série B1 em 2005 e 2016, e também a Copa Rio (2008 e 2012). Ao longo da sua trajetória, alguns atletas importantes do futebol brasileiro como Edmundo e Andrezinho defenderam o Nova. Além disso, um fato bem interessante é que o ex-jogador Zinho, tetracampeão do mundo com a seleção brasileira, foi um dos idealizadores do projeto que ajudou a fundar o time.

CONFRONTOS COM O DUQUE DE CAXIAS E FASE ATUAL

No histórico de confrontos entre Duque de Caxias e Nova Iguaçu, foram 12 partidas entre os dois, onde o Tricolor da Baixada venceu cinco. Por outro lado, o Laranja da Baixada saiu vitorioso nas outras seis oportunidades. Na última partida entre as equipes, o placar não saiu do zero pela quarta rodada da Taça Corcovado deste ano. 

No início deste ano, o Laranja da Baixada acabou fazendo seletiva irregular e por isso foi rebaixado para a B1. Contudo, o Nova Iguaçu vem de campanha quase que impecável neste estadual. No primeiro turno, o time do técnico Hermes Júnior chegou até a final após passar do Gonçalense nas semifinais, chegando até a grande decisão contra o Sampaio Corrêa, onde venceu por 3 a 0 e conquistou o título da Taça Santos Dumont.

Na Taça Corcovado, o Laranja venceu seis jogos e empatou os outros três duelos. Líder do Grupo B e da Classificação Geral, o time tem a melhor defesa da competição com apenas sete gols tomados. Dessa forma, caso o Nova consiga ser campeão da Taça Corcovado, automaticamente ele alcançará o acesso para a primeira divisão do Carioca.


ELENCO DO NOVA IGUAÇU

(Dados fornecidos no Guia Rádio Super Torcida)

Goleiros: Luis Henrique, Werneck e Caio Vizeu

Laterais: Digão, Leonardo, Rafinha e PV

Zagueiros: Raphael Neuhaus, Kadu Fernandes, Gilberto e Mezenga

Volantes: Abuda, Marquinhos, Anderson Künzel, Vinicius Matheus e Riquelme

Meias: Dieguinho, Pedro China e Gustavo

Atacantes: Luã Lúcio, Charles Chad, Canela, Ewerton, Ezequiel, Juan e Rafael Lucas

Técnico: Hermes Júnior

PATROCINADOR

PARCEIROS